sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014

I - PINTURA versus POESIA

Uma parceria no blogue, ou um cruzamento de artes a partir de hoje no Poet'anarquista. A pintura da artista brasileira Deise Carelli, nascida em Guaratinguetá, a 7 de Maio de 1964 e a poesia de Matias José, heterónimo de Carlos Camões Galhardas, vão estar presentes neste espaço de artes. Agradeço a Deise Carelli a disponibilidade! Mesmo com os fusos trocados, a arte por aqui não perde a estética, venha ela de onde vier. A arte será sempre bem... «Aparecida!».
Poet'anarquista
Deise Carelli

Pintora Brasileira

«Deise Carelli»
Retrato de Paulo Pina
Sobre a artista plástica...

Deise Carelli é uma artista incomum, pois mergulha profundamente em dois problemas de primeira ordem para a pintura: o meio expressivo e o tema. 

Escolheu como veículo expressivo o processo de encáustica, que consiste na aglutinação de pigmentos em ceras quentes. 

Seu meio expressivo remonta às pinturas do Egipto romanizado, os retratos de Fayum.

Seu tema: as igrejas barrocas de Minas Gerais poderiam ser um tributo ao mestre Guignard, não fosse a maneira como a artista se ocupa destas formas. Se Guignard usou as igrejas como elementos pontuais em suas paisagens, como se as construções fossem surgindo naturalmente dos morros, Deise se encanta com o volume e as curvas como elemento auto-suficiente, cada curva é um convite a uma paisagem contida na própria arquitectura.

Este diálogo entre um procedimento ancestral e um tema tão caro à história da arte brasileira, acabam por construir a «Poética de Deise Carelli».
Fonte: IOV- George Gutlich
«Acalmia?...»
Sem título/ Deise Carelli

ACALMIA?...

A vida que decorre
Será agora de mudança
Neste tempo de acalmia?...
Um amor quando morre
Parte sempre com esperança
De viver um outro dia!

Sonho lindo, quase perfeito,
Em tempos quase sonhado,
Ainda lembro esse encanto!...
De tanto quase desfeito,
Tão lindo… quase findado,
Vou lembrando entretanto...

No meu corpo adormeço
Para um novo começo...
Será que mereço?

Matias José 

6 comentários:

Deise Carelli disse...

Carlos Camões, gostei muito da publicação e agradeço a oportunidade de parceria. Arte sem fronteiras!


_/\_

xpto disse...

Excelente conjugação.
A pintura--- a Poesia.
Brasil----Portugal.
Parabéns amigo
Chico Manuel

Anónimo disse...

Muito interessante poesia e pintura.

Anónimo disse...


MAGNÍFICA CUMPLICIDADE !!!

RESULTADO: MAIS QUE PERFEITO !!!

FELICITO POET'ANARQUISTA !!!

MUITO OBRIGADA, MATIAS JOSÉ !!!


Uma Alandroalense (L...)

Ana Elgui disse...

Muito bom! Parabéns!

Alexandra Elgui Guimarães disse...

Adorei! Parabéns pelo trabalho!