segunda-feira, 1 de abril de 2013

ORIGEM DO DIA DA MENTIRA, 1º DE ABRIL

1º de Abril, dia da mentira...

Há datas comemorativas pelas mais diversas razões. Algumas prestam homenagem a heróis, outros comemoram eventos religiosos, mas o primeiro de abril sobressai como a única data para comemorar a mentira. O dia da mentira, ou 1º de abril, é uma antiga comemoração e tem uma história curiosa. Em qual outro dia podemos pregar peças e enganar nossos queridos amigos e conhecidos?

Existem dúvidas sobre quando essa tradição bizarra começou, mas a explicação mais aceite liga o primeiro de abril à França do século XVI. Até 1564, o calendário em vigor era o calendário Juliano, que considerava o início do ano novo próximo de abril. De acordo com o livro «The Oxford Companion to the Year», o rei Carlos IX, declarou um dia que a França começaria a usar o calendário Gregoriano, onde o ano novo iniciaria no primeiro de janeiro.

Carlos IX
Rei de França (séc. XVI)

Nem todos aceitaram essa mudança de datas. Ao mesmo tempo, alguns acreditavam que as datas não deveriam ser alteradas, e foi esse pessoal que serviu de alvo às brincadeiras de abril, pois foram considerados tolos. As pessoas enviavam presentes e os convidavam para as falsas festas. Os cidadãos das zonas rurais da França também eram vítimas dessas piadas. Nesta época, as notícias viajavam lentamente e eles podem ter ficado sem saber sobre a troca de datas durante meses ou anos. E ainda tiveram que suportar as piadas por celebrarem o ano novo no dia errado.
Peixe expele homem (Jonas)
Achado perto da cidade antiga de Jerusalém

Atualmente, na França, as pessoas que «caem» no primeiro de abril são chamadas de 'Poisson d'Avril', literalmente significando «peixe de abril». Uma piada comum é a de pregar um peixe de papelão nas costas da pessoa. A ligação entre os peixes e o dia da mentira não está clara. Alguns acreditam que o peixe representa Jesus Cristo, frequentemente representado por um peixe nos primeiros tempos da era cristã. Outros dizem que o peixe é relacionado com o signo de Peixes no zodíaco, cuja representação é um peixe e que cai perto de abril. Mas é interessante salientar que Napoleão ganhou o apelido de Poisson d'Avril quando casou com Maria Luísa da Áustria, em 1º de abril de 1810.

Peixe: As letras da palavra em grego (Ichtus) 
Pelos primeiros cristãos entendida como as letras iniciais da frase em grego, 
«Jesus, Filho de Deus, o Redentor» (acróstico)
Relevo de Wilpert (compasso, peixes e âncora)

Provavelmente, não se trata de uma coincidência que o dia da mentira seja comemorado ao mesmo tempo do que dois outros dias semelhantes. Na Roma antiga o festival de Hilária foi uma iniciativa para celebrar a ressurreição do deus Átis. A palavra hilária, provavelmente, é derivada da palavra hilaridade e hilariante, ambas significando alegria ruidosa. Hoje em dia, Hilária é também conhecida como o Dia da risada romana. Na Índia, o festival Holi (festival das cores) comemora a chegada da primavera. Como parte do festival, as pessoas fazem brincadeiras e se lambuzam mutuamente com cores.

Ressurreição de Deus Átis
Baixo-Relevo

«Festival de Holi Colore Índia»
Celebrando a chegada da primavera

Não há uma conexão clara entre a observância moderna do dia da mentira e essas duas antigas comemorações, o que leva muitos historiadores a aceitarem a explicação francesa de como surgiu o dia da mentira.
Fonte: pessoas.hsw.uol.com/

E para terminar de vez com a mentira do «Fim do Poet'anarquista»...

Risadas hilariantes de Ásterix e Obélix!!!...
Ah! ah! ah!... estes Romanos são doidos!

1 comentário:

Anónimo disse...


A Verdade vem Coroada,
com a Quadra de Aleixo;
Agora mais descansada...
Meus parabéns aqui deixo!

Patifa


Uma Alandroalense (L...)