terça-feira, 6 de novembro de 2012

MÚSICAS DO MUNDO

E a música de hoje é...

MIKEY DREAD - «Roots And Culture»

Poet'anarquista


RAÍZES E CULTURA

Agora vem um pedido especial
Para todos e cada um
Especialmente aqueles dos meus irmãos
Quem esquecer de onde eles estão vindo, você sabe
Esta canção é chamada raízes e cultura

Skep skebbe dep skep
Skebbe Debbe dep skebbe dep skep scoye
Skep skebbe dep skep
Skebbe Debbe dep skebbe dep skep scoye

Você não morde as mãos que alimentam você
Meus irmãos não
Você não morde as mãos que alimentam você
Você não queima as pontes atrás de você
Meus irmãos não
Você não queima as pontes atrás de você

Porque se você queimar as pontes atrás de você
Isso é uma coisa errada de se fazer
O bem que você faz hoje certamente irá viver depois
Digo
Você não morde as mãos que alimentam você
Meus irmãos não
Você não morde as mãos que alimentam você

Skebbe dep skebbe dep skep
Skebbe Debbe dep skebbe dep skep scoye
Skep skebbe dep skep
Skebbe Debbe dep skebbe dep skep scoye

Lembre-se dos dias do homem a pão e água
Lembre-se dos dias de fome
Não esqueça as suas raízes e cultura
Meus irmãos dizem
Lembre-se do seu lugar de abrigo
Porque se você lidar com o homem da guerra
Você não pode correr muito
Você lida com rancor
Você é uma queda que derrete milhas dizem
Você não morde as mãos que alimentam você
Meus irmãos não
Você não morde as mãos que alimentam você não

Você não morde as mãos que alimentam você
Meus irmãos não
Você não morde as mãos que alimentam você
Você não queima as pontes atrás de você
Meus irmãos não
Você não queima suas pontes atrás de você
Porque se você lidar com o homem da guerra
Você não pode correr muito
Você lida com rancor
Você é uma queda que derrete milhas dizem
Você não morde as mãos que alimentam você
Meus irmãos dizem
Você não morde as mãos que alimentam você não

Lembre-se das suas raízes e cultura
Meus irmãos dizem
Lembre-se de seu lugar de abrigo
Não se esqueça dos dias do homem a pão e água
Lembre-se dos dias de fome
Para você nunca perder a água até o poço secar
Você cospe no céu
É uma queda que derrete milhas dizem
Você não morde as mãos que alimentam você
Meus irmãos não
Você não morde as mãos que alimentam você

Ske dep skebbe dep skep
Skebbe Debbe dep skebbe dep skep scoye
Ske dep skebbe dep skep
Skebbe Debbe dep skebbe dep skep scoye

Mikey Dread

1 comentário:

Anónimo disse...


E já agora, se for possível:

TERESA SALGUEIRO

Sombra (Fado Nocturno)

Muito Obrigada.

Uma Alandroalense (L...)