domingo, 30 de outubro de 2011

PINTURA - ALFRED SISLEY

O pintor franco-britânico Alfred Sisley, nasceu em Paris a 30 de Outubro de 1839. Companheiro e amigo de Renoir, Bazille e Monet, as suas telas paisagísticas, não tão conhecidas historicamente como as obras dos seus amigos pintores, são de uma clareza e limpidez impressionantes. Foi sempre um pintor fiel aos princípios do impressionismo como se pode observar nas suas paisagens maravilhosas. Sisley faleceu em Moret-sur-Loing, a 29 de Janeiro de 1899.
Poet'anarquista
Alfred Sisley
Pintor Franco-Britânico
BIOGRAFIA

Muito menos citado historicamente do que os seus companheiros Renoir e Monet, o pintor Alfred Sisley distinguiu-se do grupo pela limpidez das suas paisagens, algumas das obras mais fiéis aos princípios do impressionismo.

Alfred Sisley nasceu em Paris, em 30 de outubro de 1839, membro de uma família de financistas britânicos radicada na França. Abandonou os estudos comerciais em Londres para iniciar os seus estudos no atelier parisiense de Charles Gleyre. Ali travou conhecimento com Renoir e Monet, pioneiros do impressionismo.

As suas primeiras obras revelam de forma inequívoca a influência do paisagista francês Camille Corot e também a predilecção pela pintura ao ar livre e a constante evolução para os tons claros, característica da sua maturidade.

O colapso económico da sua família, em decorrência da guerra franco-prussiana de 1870-1871, marcou o início de uma luta contínua contra a pobreza que duraria o resto da vida do artista. Nesse período, Sisley decidiu dedicar-se profissionalmente à pintura. Os seus trabalhos mais expressivos foram realizados entre 1872 e 1880, nos arredores de Paris, enquanto viveu em estreito contacto com Monet. Participou do Salão dos Recusados e da maior parte das exposições impressionistas.

Diante da escassa repercussão obtida pelas suas obras, retirou-se definitivamente para o lugarejo de Moret-sur-Loing em 1880. A partir de então, procurou firmar um estilo cada vez mais pessoal, embora guardasse afinidades com as concepções pictóricas de Monet e Camille Pissarro. Distinguia-se desses companheiros pela suave harmonia de cores e por um sentido quase arquitectónico da composição, como em «Igreja de Moret» (1893).

Alfred Sisley morreu em Moret-sur-Loing, em 29 de janeiro de 1899.
Fonte: EmDiv.Org
«Neve Antecipada em Louveciennes»
Sisley

«Avenida das Amendoeiras»
Sisley

«Ponte em Villeneuve-la-Garennne»
Sisley

«Prado»
Sisley

«Inundação em Pont-Marley»
Sisley

«Caminho em Roches-Coutaut/ Verão de São Martinho»
Sisley

«Canal de St. Martin»
Sisley

«IMPRESSIONISMO»
ALFRED SISLEY

Sem comentários: