segunda-feira, 3 de maio de 2010

Mãe... Mães!!!


1º Domingo de Maio, Dia das Mães...

MARIA MADALENA
PALERA (esboço)

JOANA


Mãe!... Esse terno rosto, lindo sorriso

Quando na casa humilde me acolhias.

Oh!... Como tudo parecia caloroso...

Do jeito manso que sempre sorrias!


Mãe!... A casa tão pequenina acolhedora

De uma estranha paz no seu aconchego,

E as imagens da Virgem Nossa Senhora

Reconfortando a alma em desassossego!


Mãe!... Com as tuas mãos entrelaçavas

As minhas que dormir quase pareciam...

Ouvindo a tua voz enquanto rezavas,

Pedir à Virgem pelos que mais sofriam!


Mãe!... Quanta saudade do teu regaço,

Desses ternos carinhos que fazias!

Dos teus beijos... Do suave abraço,

E das palavras doces que me dizias!


Matias José (13-07-2009)

3 comentários:

Anónimo disse...

Como mãe, deixe-me que lhe agradeça
esta BELÍSSIMA POESIA, ilustrada com um MAGNÍFICO ESBOÇO DE PALERA.

Bem haja POETA.

Uma Alandroalense enternecida.

Anónimo disse...

LINDO, LINDO DEMAIS POETA!!!

Anónimo disse...

A poesia refere a "MÃE" que criou. Comigo acontece o mesmo, tenho mais recordações ternas de quem me deu a criação e tratou sempre com muito carinho. Obrigado pelas palavras!